Recomendação: Limit – Quando o seu mundinho ruir, o que você vai fazer?

Hoje vamos falar de outro mangá da Keiko Suenobu, Limit. Ele também foi publicado aqui no Brasil antes de Vitamin e é um excelente survival que não deixa nada a desejar!

Titulo: リミット
Gêneros: Drama, psicológico, survival, tragédia.
Autor: Keiko Suenobu
Ilustrador: Keiko Suenobu
Ano: 2009
Publicado no Brasil? Sim
Editora: JBC
Preço: R$ 13,90
Editora japonesa: Kodansha
Serializado em: Bessatsu Friend

IMG_20160201_125950845Em Limit nós temos a Mizuki Konno, uma típica estudante japonesa do colegial, que estuda bastante para entrar em uma boa universidade e no tempo livre gosta de ver coisas sobre moda e maquiagem. Konno não é a nossa protagonista mega popular de elite, mas ela tem sim a sorte de fazer parte do grupinho ‘de ouro’ da sua escola. O problema é que dentro da escola elas são as divas do momento e fazem e desfazem como bem querem. Além de serem meio superficiais como estudantes muito populares costumam ser, elas também praticam bullying com uma colega, além de viverem tão na bolha da escolinha que não tem noção do mundo real.

Essa sociedade perfeita criada na escola de Konno parece ser o foco do mangá e daí começamos a imaginar onde isso vai nos levar. Konno tem alguns pensamentos corretos e diferente de suas amigas e por isso por vezes ela usa a consciência dela e repensa se está tudo bem agir assim e fazer parte desse grupo, mas tudo que ela quer é sobreviver a escola e nesse ponto tenho certeza que muitos leitores se identificam. Na escola, por muitas vezes ou você é a presa ou o caçador. É, a escola não é legal para todo mundo, se lembrem disso…é uma mini sociedade só que tremendamente imatura na sua construção. Claro, tem gente normal lá (nunca disse que não tinha u_u).

Ao exercer sua realeza em um passeio da escola, Konno e o grupo de elite se veem numa viagem adorável para as montanhas afim de fazer um daqueles acampamentos muito interativos e educativos que eles têm muito por lá, onde uma turma tem seus deveres, cozinham, se viram e depois fazem um relatório sobre tudo. Vejo isso como uma espécie de treinamento para a sociedade real, já que vocês devem saber que o Japão se baseia no pensamento de que a unidade não é mais importante que a comunidade.

f6EqSWZMas eles nunca chegam lá. Por uma série de acontecimentos infelizes que refletem o descaso com serviço de qualidade, com o ser humano e até aquele lado podre de todo ser vivo, o motorista que foi trabalhar bêbado acaba perdendo controle do ônibus e ele cai do penhasco.

Konno então acorda no meio da cena mais gore de sua vida com seus colegas mortos ao seu redor.

Se o motorista não estivesse bêbado e provavelmente e morrendo de sono, se a empresa de ônibus fosse de qualquer forma atenta ao seu serviço (e tudo fosse perfeitamente legalizado lá), nada disso teria acontecido e Konno poderia continuar a viver na sua bolha com as amigas, mas agora a abelha rainha do grupo está na sua frente, morta. Muitas pessoas nessa hora iriam simplesmente entrar em choque e ficar lá, até morrer de frio, fome e uma série de outras possibilidades grotescas, fora cometer suicídio. O seu mundo acabou, sua pequena sociedade foi pro saco e agora você está sozinho, machucado e em um vale muito profundo. Por sorte, muita sorte! Konno não foi a única que sobreviveu ao acidente e logo ela se encontra com outras colegas, sendo apenas uma delas do seu antigo grupo dourado.

E é aí que a coisa muda de vez.  Konno, Haru, Kamiya, Usui e Morishige se veem em uma situação difícil, pra dizer pouco.

Konno e Haru eram amigas e do grupinho de ouro, mas Kamiya que é muito inteligente e maneja sobreviver acreditando que o resgate virá não poderia ligar menos para todas as coisas que existiam na escola, já que agora elas tem apenas que sobreviver. Usui é uma menina muito frágil e que ainda por cima está ferida e Morishige é a vítima de bullying da turma que odeia tudo e todos, com certo fundamento…mas já perdeu sua mente praticamente, de tanto abuso que sofreu durante a vida.

O que elas passam nesse vale, dentro de uma caverna, enquanto logo ali seus colegas estão mortos é a prova das provas. Se elas não conseguem conviver numa sociedade mais próxima do real então aquilo vira uma verdadeira luta para sobreviver, e acredite…acontece de tudo enquanto elas esperam que sejam resgatadas.

normal_limit-keiko-suenobu-launchAssassinato, humilhação, loucura, fome, frio, desespero…temos absolutamente todos os elementos de um thriller de qualidade nas mãos. A autora citou que teve dificuldades quanto ao rumo da história em diversas partes, pois dentro de apenas um grupinho ela teve que inserir elementos e manipular todo o cenário para que todas as fraquezas e podridões da sociedade fossem mostradas.

Mas elas vão conseguir se salvar? O que vai acontecer com a personalidade e ideia de sociedade de cada uma se chocando a cada segundo? O resgate vai mesmo vir? A cada página virada vocês vão ter a impressão de que tudo vai só dar mais errado, mas é impossível parar de ler!

Eu recomendo sim o Limit, pois é um ótimo jeito de você leitor chocar seus ideais do mundo com uma situação extrema e plausível. Vai mudar sua cabeça? E se fosse você? O que você faria pra sobreviver, até onde iria? E se você pudesse controlar todo mundo ali?! Well, Limit causa todo tipo de pensamento sobre a nossa sociedade cada vez mas decadente e sobre as pessoas e seus ideais criados por puro interesse próprio em algo.

Onde ler?

Eu só achei em inglês online: http://mymangaonline.net/manga-info/Limit.html

E vocês podem comprar o mangá físico e em PT-BR em lojas como a jambô que é especializada, ou outras lojas onlines especializadas que vocês conheçam. Também podem procurar em livrarias e no submarino!

Anúncios
Esse post foi publicado em mangá, Resenha e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s