Resenha: Kyou no kira-kun – Um amor próximo ao paraíso!

bannerblog

Oi gente! Sejam super bem vindos a mais um artigo de recomendação de leitura, onde eu resenho uma obra por alguns motivos que acho suficientes para que vocês leiam. Domingo passado eu li kyou no kira-kun depois de ver uma notícia de que viraria um filme. Pensei que os traços deste shoujo são muito bonitos e fui ver o que diz a história.

Ainda bem que eu conferi essa obra, porque depois de todas as lágrimas e coração na boca, eu posso dizer que esse é um daqueles poucos mangás classificados como shoujo que eu acho bom.

Se você aí lendo tem um coração manteiga como o meu, prepare-se para chorar bastante e viver grandes emoções neste mangá que nos mostra que mesmo que saibamos quando vamos morrer, temos que encontrar uma razão para viver ao máximo até o fim! E se essa razão morar na casa ao lado?!

Título: きょうのキラ君
Gêneros: Shoujo, drama, vida escolar, tragédia
Mangaká: Mikimoto Rin
Ilustrador(a): Mikimoto Rin
Status: Completo com 9 volumes e 36 capítulos
Ano: 2011
Editora: Kodansha
Serializado em: Bessatsu Friend
Licenciado no Brasil? Não
Editora Brasileira: —

Resumo: Nino e Kira são vizinhos faz anos, mas nunca se falaram. Kira é o típico cara popular no maior estilo bad boy e Nino é a introvertida esquisita da turma que faz questão de andar pra lá e pra cá com um papagaio no ombro. Os dois vivem em mundos completamente opostos, mas quando a mãe de Nino revela um segredo terrível sobre Kira, sua vida muda e todos os dias são cheios de emoções a flor da pele! Seu relacionamento vai os levar para um amor próximo ao paraíso!

ATENÇÃO: As minhas resenhas não contém spoilers. Sim eu analiso a obra, mas não é uma análise utilizando os pontos chave da história. O segredo de Kira é aberto logo no ínicio e não é algo que vai estragar a sua leitura já saber disso pelo meu texto.

kyou-no-kira-kun-4735761Vamos lá então! Quando eu comecei a ler esse mangá, a sinopse já me deixou pensando que seria pesado. Seria mesmo um shoujo? As vezes eu acho que o que denomina um shoujo é um pouco aberto demais. Shoujos são direcionados a meninas jovens. onde existe todo tipo de amor idealizado, na sua mais perfeita paz. Quando uma história de romance é mais adulta e realista ao invés de idealizada, chamamos de Josei, mas nesse caso…Kyou no kira-kun, para mim é um shoujo smut. É o máximo que posso chegar e me satisfazer!

Kira e Nino tem um ano para se relacionar, depois que Nino descobre que Kira tem uma doença que vai o levar a morte ainda muito jovem. Nino tem sua carga de problemas pessoais, mas em seu coração ela é uma boa pessoa e decide se colocar como guardiã da felicidade de Kira. Se ele vai ir em pouco tempo, então é melhor ter o melhor tempo de sua vida não é? Enquanto Kira e Nino vão se relacionando, ela vai superando diversos problemas pessoais e amadurecendo, apesar de que ela já é consideravelmente madura para o tipo de mangá. Apesar de ter que lidar com uma pessoa que certamente vai morrer, Nino não deixa tudo girar em torno da morte e sim da vida que lhe resta, ultrapassando seus limites e barreiras sociais para fazer Kira feliz neste ultimo ano. Nino é uma personagem que foi bem construída, com uma evolução rápida e sentimentos que muitas garotas podem se identificar, não senti falta de algo nela como a sensibilidade sobre o mundo ao seu redor. Nino é aquela personagem que sempre teve bom coração, sofreu por isso, mas mesmo assim deixou que outra vez sua generosidade e cuidado com os outros lhe guiasse. Pra quem leu sukkite ina yo e acompanhou a evolução de Mei, é algo similar. O amor de Nino é algo que floresceu porque ela conheceu o verdadeiro Kira, um tipo de Kira que só é daquele jeito para ela. O ajudando a lidar com a sua inevitavel morte, Nino acabou se apaixonando profundamente por ele, mas até o momento na história ela não parece ter sentido a ficha cair sobre a morte dele e os seus sentimentos. Ela tenta a todo custo tornar os dias felizes, apesar de diversos problemas que ela tem que lidar. Claro que ela erra e sente insegurança e até ciumes, mas são coisas perfeitamente normais que enchem o leitor de ansiedade. “O que ela vai fazer?”, “como ela vai passar por isso agora?” são coisas que frequentamente me perguntei durante a leitura e eu vou dizer que chorei, ri, suspirei e fiquei muito apegada a história rapidamente.

Kira é um cara que lidou com a perda de alguém amado desde cedo e sempre teve noção de sua doença que o levaria a morte ainda muito jovem. Como todo jovem imaturo, ele fez muitas coisas das quais se arrependeu e assumiu uma máscara social que na verdade só lhe prejudicava. Em um certo ponto da sua vida ele imaginou que sentido real teve sua estadia neste mundo, e o que ele iria deixar para trás nos corações das pessoas ao seu redor se tudo que ele fez foi futil. O desenvolvimento de Kira é mais delicado, existe a quebra daquela máscara, a aceitação de que ele vai partir e também a dor que é amar alguém que ele vai ter que deixar para trás, sem poder ampará-la no futuro. Kira é o protagonista que nós amamos mesmo quando estamos repreendendo seu comportamento. Ele é um cara dependente e sensível, com expectativas quase nulas exceto quando se trata de Nino. O seu amor por ela é avassalador. Até onde o mangá está traduzido em inglês ele não sabe lidar com esses extremos de amá-la e ser obrigado a deixá-la mesmo que não queira.

kyou-no-kira-kun-4735777A mangaká desenvolveu um ótimo elenco, todos com personalidades distintas e com profundidade. Ao longo da história vocês vão sentir todo tipo de coisa e torcer ou não por vários desfechos.

Esse é o tipo de história que nos faz pensar se a vida é justa, se existe jeito de mudar o imutável. Enquanto observamos a trama desenrolar, inevitavelmente tentamos nos colocar no lugar de vários personagens. O tipo de reflexão que essa leitura oferece, sobre a morte, o amor, a justiça natural e a incerteza do futuro, entre vários outros tipos de ideias que a história passa, é muito rico. Acredito que adolescentes e adultos podem se identificar com essa trama e sua leitura vertical pode auxiliar em diversos problemas que os possíveis leitores possam passar.

Lidar com a morte já é dificil, mas lidar com amor e amizades no caminho, além de se tratar de muita auto superação, requer muita força. Se você gosta de histórias fortes então esse mangá é pra ti! Eu recomendo a todos que gostam de romances mais maduros, que estão passando por um momento dificil e precisam se inspirar em algo para superar, ou aprender a lidar com momentos da vida que ninguém realmente fez um manual. Não podemos esquecer que a leitura no geral é um tipo de manual para diversas coisas. As vezes do que se pode fazer, as vezes do que não se deve fazer.

Gosto muito do jeito bem real de como kyou no kira-kun aborda as relações dos adolescentes e adultos da história. O crescimento de todos parece girar em torno do tempo de vida que resta a Kira e como sua morte vai afetá-los.

kyou-no-kira-kun-4735837Quanto a parte mais visual, achei o traço delirante~~! Todas as capas são lindissimas, as emoções são muito bem mostradas, com aquele exagero típico de shoujos também. As roupas são bem cuidadas, se nota que a autora tem um senso de moda muito bom também e se nota um carinho no desenho. Eu arrisco que essa história é muito importante para a autora, assim como também acho que possa ser para muitos que a encontrarão.

Até onde acompanhei a trama é consistente e como eu já disse, vai mexer com seus sentimentos sim!

Não tem como eu conseguir passar em palavras os sentimentos que esse mangá me causou, então eu espero que minha análise mais longa seja suficiente! É claro que muitas reviravoltas acontecem na trama e teremos rivalidades de diversos tipos durante este ultimo ano de Kira, mas eu não citei nada disso em detalhes para que vocês possam vivenciar sem a minima noção do futuro.

AVATAR - kyou_no_kira_kun___friends_by_iameikod-d7yxbnhSerá que Nino e Kira ficarão bem? Até onde pode esse amor forte deles ir? O que irá acontecer com Nino e seu coração no futuro? Confiram abaixo os links para ler essa maravilhosa obra que infelizmente ainda não foi publicada no Brasil! Eu li em inglês só, mas minha ansiedade certamente vai me levar a continuar lendo até o 34 em português!

Em inglês (até o capitulo 23): http://www.mangareader.net/kyou-no-kira-kun
Em PT-BR (até o capítulo 34): http://unionmangas.net/manga/kyou-no-kira-kun

Anúncios
Esse post foi publicado em mangá, Resenha e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Resenha: Kyou no kira-kun – Um amor próximo ao paraíso!

  1. Ahhhh, eu odeio tragédias, dóóóói!
    Mas eu já tô indo baixar esse mangá, não resisti T_T

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s