Primeiras impressões – Bestiarius [SEM SPOILER]

maxresdefault

Oi, povo! Hoje foi um dia super cheio e meio cansativo psicologicamente, mas aqui estou quase 100% muscularmente renovada para falar de Bestiarius, o novo mangá da Panini!

Esse é o segundo post de primeiras impressões que faço, mas até que agradeço. Melhor que digitar mais ainda para uma resenha, né? Quando o mangá for encerrado, é muito provável que eu o resenhe, então só aguardem~!

Informações técnicas

Título: 闘獣士 ベスティアリウス
Gêneros: Shounen, fantasia, histórico
Status: Em andamento (4 volumes)
Roteiro: Kakizaki Masasumi
Ilustradores(as):  Kakizaki Masasumi
Ano: 2011
Editora Brasileira: Panini
Ano: 2016
Preço: R$ 15,90

Sinopse

O temido império de Roma domina todo território que pisa e causa devastação em nome de sua ascenção. A europa foi toda conquistada, incluindo a vida das pessoas que sobrevivem e até mesmo bestas.

Um bravo Wyvern luta até o fim de suas forças para derrotar Roma, mas é subjugado pelo império, preso e levado para ser um gladiador nas famosas lutas em grandes arenas, lá ele conhece um gladiador órfão chamado Flynn e dois irmãos um tanto diferentes.

Bestiarii é um termo usado para se referir aos homens que querendo ou não, lutam contra essas bestas.

O início

Ao começar a leitura de Bestiarius eu já havia sido infectada por um hype das redes sociais. Muitos conhecidos e amigos falaram que o roteiro é ótimo, os personagens perfeitos, a ação impecável e nisso só tenho a concordar. É muito satisfatório quando o hype é compatível com a realidade.

Fiquei muito empolgada quando logo de cara já vemos um Wyvern e já julguei o traço como excelente por todos os detalhes do monstro feroz, porém, incrivelmente inteligente.

No que se refere a fidelidade da parte histórica da Roma Antiga, até o momento achei muito satisfatório e não pude deixar de lembrar do filme ‘O Gladiadior’ e pensar como ele seria mais interessante se tivesse monstros.

Os personagens não são muitos, mas marcantes. O protagonista Wyvern e o garoto Flynn são companheiros de arena. O Wyvern se chama Durandal e é muito forte e sábio enquanto seu discípulo Flynn é muito forte, bem treinado por ele e tem uma determinação de ouro, sonhando em um dia fugir dali e lutar pela sua liberdade. Durandal apenas acompanha o garoto enquanto aprende mais sobre a ‘estúpida’ raça humana, ao mesmo tempo que ele mesmo vai sendo infectado por esse sentimentalismo todo.

mr-18538-284031-5

Logo depois de conhecermos o desfecho inevitável da história de Flynn e Durandal, somos apresentados aos personagens Talos e Zeno. Talos é filho do temido e popular minotauro da ilha de Creta e Zeno é seu irmão adotivo humano. Dizem as histórias que era necessário sacrificar um bebê ao minotauro para que sua ira fosse acalmada e nada de ruim abatesse a população (mas daí veio Roma dominando com violência tudo que vê e…), mas os minotauros são seres incompreendidos, que só batalham para proteger sua família amada e que não devoram pessoas, portanto, o bebê abandonado foi criado pelo pai Minotauro e seu filho, pelo menos até o momento que um Centurião decide levá-los. O humano se torna um gladiador hábil e o minotauro um cozinheiro bem ruim sempre sofrendo abusos de tudo que é gente ou monstro que se aproxima, apesar disso os irmãos se amam e juntos eles lutam para um dia comprar sua liberdade. Eventualmente uma senhora de corpo voluptuoso e com a aliança matrimonial correta decide levar Zeno para ser seu brinquedo pessoal, mas inúmeras reviravoltas se seguem durante a jogada da dama e mesas viram, cabeças rolam e um minotauro e seu irmão humano partem em jornada novamente, graças ao nosso Wyvern Durandal.

A história do primeiro volume é divida em duas partes com a ordem cronológica invertida. Flynn vem depois de Talos e Zeno e Durandal está presente em tudo isso, ajudando os humanos mesmo que ache isso o cúmulo.

Personagens cativantes, roteiro interessante e conciso, trama bem desenvolvida e ótimas cenas de ação é o que você encontra nessa leitura super rápida que a Panini nos trouxe. Como esperado de um shounen, não demora nem quinze minutos para você terminar de virar as páginas e cair num cliffhanger, desejando muito saber o que acontece.

Como eu possuo um exemplar do mangá, deixo abaixo o meu vídeo mostrando ele e falando um pouquinho sobre o que achei do trabalho na edição física (esse vídeo ta diferente, tive que gravar com a câmera nesse sentido pra ficar satisfeita haha).

Conclusão

As minhas expectativas para Bestiarius são bem grandes, estou bem curiosa para saber de onde a história vai pegar no volume dois, quem vamos conhecer e quando vou ver o império Romano chupando o dedo, haha~

Pro pessoal que procura uma ação mais madura, esse mangá é um prato duplo cheio e em oferta, é uma aquisição imperdível!

7220002a9c4cf002ebd95294fa21ee38O preço está acessível e a qualidade está desejável, então não perca tempo e adquira o seu exemplar!

Como nem todo mundo pode, deixo abaixo os links para leitura online (mas tentem apoiar o mercado brasileiro também, por favor) e espero que meus devoradores se divirtam durante essa leitura, já que eu me diverti bastante!

Para os que estão imaginando sobre o mangá, é dito ali em cima e no site mangaupdates que o volume quatro está em produção, mas só encontrei o volume 1 para leitura online, caso alguém encontre os outros dois volumes, por favor comente! Atualmente a história está fechada em três volumes.

Leia aqui em PT-BR

Leia aqui em Inglês

Até o próximo post e obrigada por tudo até aqui, pessoal!

Anúncios
Esse post foi publicado em mangá, primeiras impressões e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s