Primeiras impressões – Meiden Kaiju Carameliser

Olá, povo! Gente do céu, achei que essa semana ia passar em branco de novo por aqui. Estou lendo três mangás diferentes, dois são meio em paralelo com o outro e o terceiro quero chegar ao capítulo mais atual antes de resenhar, então por acaso resolvi conferir esse mangá e acabei me surpreendendo! É super engraçado, muito divertido de acompanhar sua história e tudo mais ~

Vamos logo pra parte que interessa!

Mas antes disso…caso não esteja acostumado a ver esse quadro, tento colocar nele aquelas obras que tem poucos capítulos. Meiden Kaiju Carameliser tem 5 capítulos e dois volumes pelas ruas escuras das traduções ilegais, mas também está a venda na amazon e eu super recomendo apoiar o ser humano abençoado que teve uma ideia tão divertida!

Informações

Título original: 乙女怪獣キャラメリゼ
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: 2 volumes, 5 capítulos
Status: Andamento
Demografia: Shoujo
Gêneros: Comédia, romance, vida escolar, sobrenatural
Mangaká: Aoki Spica
Ilustração: Aoki Spica
Ano: 2018
Editora Japonesa: Media Factory
Revista Japonesa: Comic Alive
Link do mangá no Anime-Planet

Sinopse

Kuroe Akaishi sofre de uma condição peculiar: Ao se emocionar muito, seja de um modo positivo ou negativo, seu corpo começa a se transformar num de um kaiju! Quando Minami Arata decide tomar coragem e convidar Akaishi, a excluída com péssima fama, para sair, Kuroe descobre que consegue se transformar totalmente em um kaijuu completo! Será que ela vai conseguir ter um romance normal?

Lovezilla

Oh sim, nada original esse subtítulo, mas é 100% verdade. Quando Akaishi sente seu coração bater mais rápido e começa a ver o mundo cor de rosa com o seu boy lindo do lado…é inevitável virar um kaijuu imenso e aterrorizar Tokyo, mesmo que não cause o pânico e terror, Akaishi ainda tem muitos problemas com sua natureza monstruosa e não consegue entender muito bem ainda o gatilho para essas transformações.

O enredo do mangá é bem simples, como podem ver pelo que eu já disse. O leitor vai acompanhar a vida dessa garota que adoraria ser apenas uma menina normal socialmente isolada, mas não…ela tem que virar um kaijuu quando se emociona muito. Pelo menos a sua mãe a ama pelo que ela é de verdade, mas e quanto ao seu colega de classe? Claramente ele está apaixonado por ela, mas Akaishi já se acha uma pessoa totalmente indigna de viver um romance e se transformar num monstro enorme e feioso não está ajudando a sua situação.

Felizmente já diziam nossas mães e avós: chorar não adianta nada. Akaishi resolve que mesmo com sua lamentação, medo e probabilidade de acabar pisando em paisagens lindas da cidade, não deve desistir de seu segundo amor! Já que o primeiro foi ladeira abaixo na sua infância. Essa personagem tem todos os bons motivos para temer que descubram seu segredo e se isolar de todos, claro que ela não queria ser assim, mas é difícil ser a única pessoa com essa natureza.

No que se trata do roteiro geral eu achei ótimo. É diferente, engraçado e com certeza cheio de referências os kaijus clássicos de nossas vidas. Eu não sou entendida no campo kaijuu, mas consegui aproveitar a leitura muito bem sem problemas nenhum e notei as referências principalmente por ter uma amiga que curte bastante kaijus, mas mesmo assim é possível desfrutar totalmente desse mangá, não ser manjador de kaijuu não interfere em nada no andamento da história.

Quanto aos personagens, a primeira impressão geral é que suas personalidades são bem fortes, trabalhadas e bem variadas, criando um mix interessante. Nessa parte também vale citar a arte, tipicamente shoujo, excelente no visual e claro, no fator brilho nos olhos de um coração apaixonado.

Quem já me acompanha sabe que eu não curto muito shoujo, por isso quando trago para o blog, podem esperar algo mais interessante (e geralmente engraçado). O drama dessa obra passou até o momento aquela mensagem sobre superficialidade dos tempos, o fato de likes importarem mais que sentimentos e toda aquela coisa que você aí está cansado de saber que rola por aí. A protagonista se acha feia, o boy se acha na obrigação de seguir um padrão para se ajustar e a amiga deles se acha no direito de casar com o kaijuu sim e não esconde sua paixão do público.

Essa história estranha tem muito potencial e na verdade se tirarmos a parte de monstro gigante, teremos uma garota tentando se aceitar e ser aceita como realmente é. Nada disso é ruim e eu espero que a obra siga sendo cada vez mais interessante. Sei que em breve teremos alguns momentos de drama e isso é necessário para a desenvoltura do roteiro, então espero ansiosamente que esse mangá consiga se manter em publicação.

Então se você quer rir até doer a barriga e ter expectativas românticas inusitadas ou padrãozinhas, vai lá ler Meiden Kaiju Carameliser!

Esse post foi publicado em Mangá, Primeiras impressões, Resenha e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Primeiras impressões – Meiden Kaiju Carameliser

  1. Thay disse:

    Eu não sou entendida no campo kaijuu, mas consegui aproveitar a leitura muito bem sem problemas nenhum e notei as referências principalmente por ter uma amiga que curte bastante kaijus, mas mesmo assim é possível desfrutar totalmente desse mangá, não ser manjador de kaijuu não interfere em nada no andamento da história.

    Não imagino quem seja essa amiga, mas com certeza é uma pessoa de cultura.

    Ótima resenha, traduziu muito bem os pontos-chave do mangá!! (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s